2018

~

PROGRAMAÇÃO

De 22 de Junho de 2018 a 21 de Julho de 2018

Sinkovsky+LaVoceStrumentale-Site

JUNHO 22 22h00

As Quatro Estações
Dmitry Sinkovsky é um dos mais destacados violinistas barrocos da actualidade, conciliando inventividade e rigor nas suas interpretações. Em 2015, gravou Sinkovsky Plays and Sings Vivaldi, que inclui grande parte do repertório deste concerto, como As quatro estações, de Antonio Vivaldi, um dos expoentes máximos da escrita solista para violino.

oce

JULHO 1 11h30

Pedro, o Lobo e o compositor mistério!
Neste concerto são apresentadas duas das mais famosas obras musicais escritas a pensar nos mais novos… mas não só! Prokofiev escreveu um “conto de fadas sinfónico para orquestra” para uma companhia de teatro infantil. Pedro e o Lobo conta as peripécias de Pedro, um rapaz travesso e as suas aventuras na floresta, cheia de animais e de perigos, nas quais alguns instrumentos têm um papel muito especial.

Parisien+Portal

JULHO 13 22h00

Portal Parisien
O saxofonista francês Émile Parisien é um dos mais interessantes músicos do jazz francês actual. A sua plasticidade estilística impele-o a desenvolver projectos muito heterogéneos com formações variadas. O presente concerto apresenta o seu inventivo quinteto com um convidado muito especial: Michel Portal.

Karamazov

JULHO 20 22h00

Alaúde Bach
Edin Karamazov é um dos mais destacados alaudistas da actualidade, tendo-se apresentado com músicos como Renée Fleming, Andreas Scholl e Sting, com quem gravou o álbum Songs from the Labyrinth em 2006. Num ambiente intimista, Karamazov tocará transcrições de obras de Johann Sebastian Bach para violoncelo e violino solo, num recital pleno de dramatismo.

JUNHO 29 22h00

Para o Fim do Tempo
A temática religiosa das obras programadas para este concerto – cuja interpretação será seguramente marcada por um piano e por um trio de cumplicidade quase (im)provável, que se unem num quarteto de excelência – harmoniza-se e funde-se com o próprio espaço onde serão apresentadas, criando, seguramente, uma atmosfera muito especial para uma experiência musical singular.

3 Pianos

JULHO 6 22h00

Violoncelo Virtuoso
O centro deste programa é a música para violoncelo e cordas do século XVIII. Edgar Moreau, uma jovem promessa da música erudita, gravou parte do repertório deste concerto no álbum Giovincello, editado pela Erato em 2015. Esse registo inclui um conjunto de obras solísticas que não são frequentemente apresentadas, gravadas com o agrupamento Il Pomo d’Oro.

PomoD'Oro+Moreau-Site

JULHO 14 22h00

Hermeto!
A carreira do multi-instrumentista e compositor Hermeto Pascoal dificilmente pode ser resumida. Fundador de alguns dos mais inovadores grupos musicais brasileiros, o Quarteto Novo, destacou-se por uma abordagem pouco ortodoxa aos modelos jazzísticos e pela expansão das formas de improvisação, muitas vezes relacionadas com a música tradicional do Nordeste brasileiro.

RA-artists-HiRes-HermetoPascoa1

JULHO 21 22h00

Orchestra in Blue
O concerto de encerramento do Festival Internacional de Música de Espinho afirmou-se já como um momento imprescindível e imperdível na programação do Festival, trazendo a música orquestral para o espaço público, para públicos diversificados, como diversificados têm sido os programas anualmente apresentados.

photo Rita Carmo
CastillayLeon+Macias-Site

JUNHO 30 22h00

Noite Transfigurada
A Noite transfigurada é uma obra central do final do Romantismo cuja linguagem musical antecipa os modernismos do século XX. Inspirada num poema simbolista, condensa as tensões e distensões do final do Romantismo numa textura de forte carga expressiva.

Filharmonia+Vogt

JULHO 7 22h00

Pianíssimo Beethoven
Durante muito tempo, a figura do maestro não existiu tal como a conhecemos hoje. Regra geral, as orquestras eram dirigidas pelo concertino, o primeiro dos violinos, ou pelo cravista. Nesta edição do Festival Internacional de Música de Espinho a programação aposta em diversos concertos que retomam essa tradição, cabendo, neste caso, ao conhecido pianista e maestro Lars Vogt, tocar e dirigir Beethoven e Prokofiev, com a orquestra Real Filharmonía de Galicia, num programa absolutamente entusiasmante.

Hermeto+OJE

JULHO 15 19h00

Som do Sol
O Festival Internacional de Música de Espinho celebra com imenso privilégio a colaboração do grande improvisador Hermeto Pascoal com a jovem Orquestra de Jazz de Espinho, num contexto menos usual em que as composições deste músico com uma notável carreira de várias décadas de inventividade se farão ouvir num pôr do sol em frente a este Atlântico que vive em Espinho, esperando-se um concerto em que a imprevisibilidade e a partilha darão as várias tónicas.

~

BILHETES FIME

Normal – 8 euros

Cartão Amigo AdE+ – 4 euros

Cartão Amigo AdE – 6 euros

Menores 25 anos e maiores de 65 anos – 4 euros

Desconto quantidade – na compra simultânea de 4 ou mais bilhetes para o mesmo concerto cada bilhete passa a custar 6 euros

~

O FESTIVAL

O FIME, ao longo das mais de três décadas de existência, em etapas de desenvolvimento progressivo ou mais abrupto, tem-se vindo a afirmar como um Festival de características únicas no País, suscitando a simpatia e a admiração de muitos visitantes de outras paragens que já passaram por Espinho. Recebe hoje em dias alguns dos melhores intérpretes do mundo nas suas áreas de actividade.

O objectivo da Academia em associar a actividade estritamente pedagógica à actividade de disponibilização de conteúdos culturais à cidade e à região surgiu quase contemporaneamente à fundação da Associação (1960) com a realização da 1ª Edição do Festival de Música de Verão em 1964, pela vontade e trabalho do Professor Mário Neves e a prestimosa colaboração da Professora Delmary Neves. O Festival foi assim um dos primeiros “Festivais de Verão” a ser realizado no nosso país.

O FIME, ao longo das mais de três décadas de existência, em etapas de desenvolvimento progressivo ou mais abrupto, tem-se vindo a afirmar como um Festival de características únicas no País, suscitando a simpatia e a admiração de muitos visitantes de outras paragens que já passaram por Espinho. Recebe hoje em dias alguns dos melhores intérpretes do mundo nas suas áreas de actividade.

O Festival Internacional de Música de Espinho é uma das componentes de um projecto vasto e ambicioso que integra, além de um projecto pedagógico num novo edifício, vários espaços para a realização de espectáculos e uma orquestra semi-profissional: a Orquestra Clássica de Espinho.

O FIME, na sua 33ª edição, iniciou uma nova fase da sua já longa existência; com um novo espaço para realização de espectáculos – o Auditório de Espinho –, local privilegiado para a realização de concertos a solo e de Música de Câmara, dada a sua acústica e dimensões.

Recentemente, o FIME recebeu nos seus palcos nomes como Ivo Pogorelich, Alina Pogostkina, The Swingle Singers, Gilles Apap, Turtle Island Quartet, Steven Isserlis, Brad Mehldau, Mário Laginha, Bernardo Sassetti, Augustin Dumay, Romain Garioud, Nikolai Lugansky, Sequeira Costa, Boris Berezovsky, Stephen Kovacevich, German Brass, Orquestra Gulbenkian, Grigory Sokolov, Peter Wispelway, entre outros.

~

EDIÇÕES ANTERIORES

~

CONTACTOS

Email geral

festival@musica-esp.pt

Reservas

reservas@musica-esp.pt

Morada

Rua34, nº884 – 4500-318 Espinho, Portugal

Telefone/Fax

Tel.:+351 22 734 11 45 / 22 734 04 69